.

.

Euclid Road Machinery Company (Parte III)

domingo, 20 de março de 2016

Os registros mais antigos um distribuidor de Euclid Road Machinery Company no Brasil é do ano de 1940. 

Contudo, há um registro histórico de 04 de fevereiro de 1938 que diz-nos: "No salão de conferências do Instituto de Engenharia, à R. Libero Badaró nº 39, 12º andar, será exhibido hoje, às 21 horas, interessantes filmes sobre construcção de estradas de rodagem nos Estados Unidos e sobre as obras do Nordeste que vêm sendo executadas pela Inspectoria Federal de Obras Contra as Seccas. Acompanhará a exhibição desses filmes o Sr. Alberto Teixeira, que terá como seu assistente o engenheiro H. K. Church, technico da fabrica The Euclid Road Machinery Company. O ingresso será franquiado às pessoas interessadas." (fonte: Correio Paulistano).


* Passagem pelo Brasil

Segundo pesquisas realizadas por minha pessoa, a Euclid teve sua passagem pelo nosso país. Vejamos esses registros, do mais antigo ao atual:

1944 - Chegam às minas em Presidente Vargas (Itabira), os primeiros caminhões Euclid. Eles foram levados num trem especial, em outubro de 1944, sendo a primeira geração de caminhões fora-de-estrada utilizados pela CVRD.

Euclid Crane & Hoist Co. era representada no Brasil, pela Sociedade Técnica e Comercial Serva Ribeiro S. A.

1951 - Realizada a demonstração de um moderno conjunto de máquinas Euclid nas obras de construção do Aeroporto de Congonhas. Trata-se da "Euclid Loader", um dos mais modernos engenhos mecânicos e considerada a mais possante unidade motorizada em uso.

As máquinas foram fornecidas pela Companhia Comercial Brasileira, distribuidor Euclid.

1952 - Realizado a demonstração de um moto-scraper Euclid (275 hp a 2100 rpm) nas obras de construção do Aeroporto de Congonhas (20 de agosto).

Segundo informações, o scraper tinha capacidade (rasa) de 15,5 Jd³ (11,84 m³) e coroada de 20 jd³ (15,29 m³). Transmissão para 10 velocidades, permitindo velocidade máxima de 38,2 mph (15,5 km/h).

1954 - Realizado nas proximidades do Aeroporto de Congonhas, uma demostração do trator-scraper, modelo 16-TDT-23 SH, "Twin Power Euclid Scraper".

Essa máquina foi adquirida pela pela Companhia Construtora Brasileira de Estradas, uma das maiores empresas empreiteiras do Brasil na época.

1957 - Realizado no Brasil por engenheiros da Euclid, um curso de assistência mecânica e operações dos novos equipamentos da empresa. O curso realizou-se em junho de 1957 (no Rio de Janeiro) e teve duração de 02 semanas. O trator Euclid TC-12 foi usado no curso.

Em reunião realizada em outubro, celebrava a chegada de novos equipamentos da empreiteira Lysimaco na construção da Auto-Estrada Curitiba-Paranaguá. Destacam-se os scrapers Euclid S-12.

1958 - A Cia. Comercial Brasileira, convidou engenheiros para assistirem em São Bernardo do Campo, uma demonstração do TS-24 Twin Power scraper (518hp), a maior e mais poderosa máquina de terraplenagem construída.

1960 - Importados os primeiros equipamentos Euclid para trabalhar na construção da Rio-Bahia.

1963 - Entregue pela Propac-Sul à Toniolo Busnello & Cia. Ltda. a primeira pá-carregadeira Euclid com pivot steer, vendida no Brasil.

1964 - Realizada em São Paulo uma reunião dos concessionários Euclid da América do Sul, com representantes de 06 países (Argentina, Bolívia, Chile, Peru, Uruguai e Brasil). Essa reunião teve como objetivo, a apresentação dos planos de uma nova linha de produtos da empresa e das possibilidades do mercado sul-americano absorver-los.

1966 - A Tenco S. A. adquiriu 04 (quatro) gigantescos Euclid SS-24 para obras da Usina Hidrelétrica de Ibitinga. Os equipamentos foram fornecidos pela Expan S.A. Comércio e Indústria.

A Expan colocou sobre pronta entrega: a pá-carregadeira articulada Euclid L-25 (156 hp), o caminhão fora-de-estrada Euclid R-20 (239 hp) e o scraper Euclid S-7 Hancock (02 motores: com 148 hp no trator e 70 hp no scraper).

1967 - Importados pela Vic DaFonte Comércio S. A. um trator de esteiras Euclid 82-40 e dois Twin Scraper Euclid TS-14. As máquinas foram entregues à Barrione S.A., sendo as primeiras unidades desse tipo a chegarem ao nordeste brasileiro.

1968 - A Cia. Fábio Bastos entrega a empresa Toniolo Busnello S. A. um trator de esteiras Euclid 82-40.

Desembarcam 05 (cinco) tratores de esteiras Euclid 82-30 pela empresa Armando da Fonte Comércio S. A.. As máquinas foram encaminhadas à Itapessoca Agro-Industrial S. A..

1969 - Realizada a Exposição Industrial Britanica (no Ibirapuera) em 05 de março desse ano. Consta a apresentação do scraper TS-14, de tração nas 04 rodas e 14 jd³; dos tratores de esteiras 82-30 (239 hp) e 82-40 (295 hp); e das pás-carregadeiras 72-31 e 72-51.

Obs.: acho estranho, que a partir de outubro de 1968, o nome TEREX tornou-se efetivo nos equipamentos. Talvez, esse evento serviu para explicar aos participantes a venda de EUCLID e reduzi a confusão entre as nomenclaturas das máquinas.

1971 - Realizada a entrega de 15 caminhões fora-de-estrada (22 toneladas) à CBPO - Companhia Brasileira de Projetos e Obras, que foram usados nas obras da Usina Hidrelétrica Capivara - projeto da CESP. Os equipamentos foram entregues pela SOTEMA.

1976 - Nomeado distribuidor Euclid no Brasil. A IMTEC Importadora e Técnica S.A. foi nomeada como representante nos estados de RJ, MG e ES.

1997 - A Volvo disponibiliza no Brasil, o caminhão fora-de estrada Euclid R-36. Ele possui peso operacional de 26.260 kg (bruto de 62.560 kg), carga últil máxima de 36,3 toneladas (40.0 ton. curtas) e motor Volvo TD 162 KA de 442 hp.

* Bibliografia: Euclid Road Machinery Company - history.
* Fonte: material promocional.

Máquinas Euclid em obras no Brasil. (foto: arquivo)

0 comentários:

Postar um comentário

EXPEDIENTE: Heavy Machinery - Museum - primeiro museu eletrônico de máquinas e equipamentos pesados do Brasil, é parte integrante do Canal Máquinas & Equipamentos Pesados. É proibido copiar os artigos e fotos deste canal, sem a prévia autorização do autor, ou titular dos mesmos. Qualquer artigo copiado ou fotos, devem conter a fonte original. Espero que todos os leitores saibam produzir seus artigos sem infringir os Direitos Autorais sobre sua Propriedade Intelectual, nos termos da Lei 9610-98 (artigos 101 à 110). Plágio é crime e está previsto no Código Penal (artigos 184 à 186). Todos os artigos estão baseados em informações vigente na data da publicação. O autor se reserva o direito de alterar os artigos sem aviso prévio.

  © Blogger template Foam by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP