.

.

Terex Corporation.

sábado, 31 de dezembro de 2011


A história de TEREX inicia-se em 1931 com a fundação da Euclid Road Machinery Company.

Em 1953, a Euclid foi adquirida pela General Motors Corporation, que por sua vez, vendeu-a em 1968 à White Motor Corporation.

No período de 1933 a 1968, temos o aparecimento dos caminhões fora-de-estrada, moto-escrêiperes, pás-carregadeiras e dos tratores de esteiras sob a marca Euclid.


* Surge o nome Terex

Para entendermos a história, temos que ter em mente o seguinte:

1) Após a venda de Euclid à White Motor Corporation, a General Motors não foi autorizada a produzir caminhões fora-de-estrada em concorrência por um período de 04 anos. Esse período compreendia entre 01 de julho de 1968 a 01 de julho de 1972.

2) A GM poderia produzir os caminhões nesse período, todavia não podia vender-los nos Estados Unidos.

3) As concessionárias internacionais de Euclid eram de propriedade de General Motors. A White Motor Corp. teve que formar seus distribuidores.

4) A GM produziu caminhões fora-de-estrada no período mencionado, pois ela tinha desenvolvido durante a gestão de Euclid, a partir das fábricas no Canadá e Escócia, autorizada a manter.

Entre 01 de julho de 1968 e 30 de setembro de 1968, após a venda de Euclid, a General Motors criou sua divisão de equipamentos para movimentação de terra (Earthmoving Equipment Division).

O nome TEREX tornou-se efetivo nos equipamentos em outubro de 1968. O nome TEREX veio do latim (TERRA + REX) e significa "Rei da Terra".

No mês de dezembro de 1968, General Motors Scotland, Ltd. substituiu Euclid Great Britain, Ltd., como nova razão social da empresa.


* Marcos históricos

1969 - introduzido o moto-escrêiper com elevador, modelo Terex S-35E.

1972 - Terex introduz a nova Série 33 (33-05, 33-07 e 33-11) de caminhões fora-de-estrada.

Com o passar dos tempos, a Série 33, substituíram os da Série R, que tinham estado no ar desde a sua criação por Euclid.

1973 - aconteceu o primeiro “Field Days” em Mesa, Arisona, com a participação de TEREX e revendedores da mesma.

1974 - Elogio para o maior e mais pesado caminhão fora-de-estrada já construído, o Titan 33-19. Ele foi apresentado na American Mining Congress Exhibition, em Las Vegas, em outubro de 1974. No final do ano, George M. Perry é nomeado gerente geral da empresa.

1977 - primeiro comercial de televisão, com o caminhão Terex Titan 33-19 e quatro outras máquinas, é exibido nos Estados Unidos e Canadá.

1979 - Terex introduz a pá-carregadeira, modelo 72-21B.

1980 - introdução do caminhão fora-de-estrada, modelo 33-11D.

Em agosto de 1980, iniciam-se as negociações entre IBH Holding AG e General Motors Corporation sobre a venda da divisão Terex.


* A venda para a IBH Holding AG.

Em outubro de 1980, a General Motors anunciou a venda da divisão Terex à IBH Holding AG da Alemanha Ocidental. O acordo entrou em vigor em 01 de janeiro de 1981.

O IBH Group era formado por 11 empresas. A linha Terex era compreendida por moto-escrêiperes, caminhões fora-de-estrada (Série R e 33), pás-carregadeiras e tratores de esteiras.

Em 1983, apresentou o primeiro caminhão articulado, o modelo Terex 32-04 de 25 toneladas. As pás-carregadeiras sobre esteiras tiveram seu aparecimento nessa gestão.

Após o colápso do IBH Group em 04 de novembro de 1983, a Terex (dos Estados Unidos) entrou com pedido de concordata.


* A estabilização e expansão

A General Motors recomprou as operações de Terex no Reino Unido em 19 de fevereiro de 1984 e, reformulou-a como Terex Equipment Ltd.

A Northwest Engineering Company adquiriu Terex (unidade americana) em 31 de dezembro de 1986 e, a Terex Equipment Ltd. em 30 de junho de 1987.

Vale lembrar que a Northwest Engineering Co. foi adquirida por Randolph W. Lenz em 1983. Todavia, em 1985, Lenz adquiriu a linha de equipamentos de construção de Bucyrus-Erie e, em 1987, adquiriu a Koehring Crane and Excavator (incluindo as divisões Schield-Bantam e Lorain).

Em maio de 1988, Northwest Engineering Co. adquiriu a Unit Rig & Equipment Company e assume o nome Terex Corporation.

Northwest Engineering Co. tornou-se uma divisão de Terex, empresa que havia adquirido. A fábrica de Hudson foi fechada em setembro de 1988 e as operações transferidas para Escócia.


* As aquisições

A partir da aquisição de outras empresas, a Terex Corporation se expandiu e entrou em vários setores.

Dentre essas aquisições, por exemplo, cito a Fruehauf Trailer (em 1989), PPM Cranes Inc. (em 1995), American Crane e O&K Mining GmbH (em 1998), Powerscreen International plc., Cedarapids Inc., Benford Ltd. e Amida Industries Inc. (em 1999), Fermec Manufacturing Limited (em 2000), CMI Corporation (em 2001), Demag Mobile Cranes GmbH & Co. e Genie Holdings Inc. (em 2002), Halco Holding Ltd. (em 2006) e a ASV Inc. (em 2007).


* A presença no Brasil

Para melhor compreensão da presença de Terex no mercado brasileiro, a história da mesma pode ser dividida em 05 partes:

1) O período de 1944 a 1968, que compreende pelo surgimento de máquinas e equipamentos Euclid em grandes obras de nosso país.

2) O período de 1968 a 1989, que compreende pela fase transitória de Euclid para Terex (representação), a fundação da subsidiária brasileira (em 1973), e da unidade fabril (1974 - 1991).

3) A representação de Terex Corporation pela Tractorbel Tratores e Peças Belo Horizonte Ltda (1991 - 2000).

4) A representação de Terex-Unit Rig e Terex Reedrill pela P&H MinePro Services (em 2001).

5) A aquisição de Genie e CMI-Cifali (em 2002), originando na criação da Terex Latin America (em 2004) e a Terex Roadbuilding Latin America (em 2005).


* Fotos: equipamentos GM-Terex e a unidade fabril de Terex Equipment Ltd. em Motherwell, Escócia, Reino Unido.



0 comentários:

Postar um comentário

EXPEDIENTE: Heavy Machinery - Museum - primeiro museu eletrônico de máquinas e equipamentos pesados do Brasil, é parte integrante do Canal Máquinas & Equipamentos Pesados. É proibido copiar os artigos e fotos deste canal, sem a prévia autorização do autor, ou titular dos mesmos. Qualquer artigo copiado ou fotos, devem conter a fonte original. Espero que todos os leitores saibam produzir seus artigos sem infringir os Direitos Autorais sobre sua Propriedade Intelectual, nos termos da Lei 9610-98 (artigos 101 à 110). Plágio é crime e está previsto no Código Penal (artigos 184 à 186). Todos os artigos estão baseados em informações vigente na data da publicação. O autor se reserva o direito de alterar os artigos sem aviso prévio.

  © Blogger template Foam by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP